Licor de Abacaxi


Cascas de 1 Abacaxi (deve deixar alguma polpa agarrada às cascas)
Aguardente
Açúcar (o equivalente em aguardente)
Água (metade da quantidade)

Deitar as cascas de abacaxi num recipiente de vidro e encher com aguardente até cobrir. Deixar em repouso por 15 dias.

Findo esse tempo, medir o liquido, arranjar o equivalente em açúcar e metade da quantidade em água, ou seja, se tiver 2 chávenas de aguardente aromatizada deverá medir o equivalente em açúcar (2 chávenas) e metade da quantidade em água (1 chávena).
Misturar a água com o açúcar e levar ao lume, deixando ferver por 3 minutos. Deixar arrefecer e misturar na aguardente. Deixar em repouso mais 1 mês e filtrar. Guarde o licor em recipientes bem fechados.

Nota: Os licores devem ser consumidos, sempre, passado 1 mês de terem sido feitos.
Contudo, quanto mais tempo eles estiverem em repouso mais suaves e saborosos ficam.
Este principio aplica-se a qualquer tipo de licor.

Licor de medronhos e maçãs com aroma de canela e limão

Este licor já foi feito há algum tempo mas ainda não tinha colocado aqui a receita.


Fiz assim:
Cerca de 1 chávena de medronhos bem maduros
2 maçãs em pedaços
2 paus de canela
1 limão cortado em 4 pedaços
500gr de açúcar

Aguardente até cobrir todos os ingredientes... eu coloquei mais um pouco.
Deixar em repouso cerca de 1 mês para que todos os sabores se misturem. Rejeitar a fruta, o limão e a canela e filtrar o liquido com um filtro apropriado.
Engarrafar e deixar em repouso mais uns 3 ou 4 meses para que o licor se suavize. Passado este tempo pode servir.
Claro que poderá deixá-lo mais tempo em repouso. Há quem diga que o tempo é o melhor amigo do licor, sendo assim só teremos a ganhar em deixá-lo sossegado... lol
Bom apetite!!!!

Licor de Romãs


Sementes de 4 Romãs grandes
400gr de açúcar
1 casca de limão
700ml Aguardente

Fiz uma calda com as sementes de romã, o açúcar e a casca de limão. Esta mistura deve ficar a macerar por 15 dias.
Findo esse tempo juntei a aguardente e deixei em repouso mais 1 mês. Retirei as sementes de romã e filtrei o licor. Depositei-o em garrafas  esterilizadas, rotulando-as de seguida para melhor poderem ser identificadas.
Este licor deve ser deixado em repouso por alguns meses, podendo ser consumido passado esse tempo. Desta forma o licor ficará com um sabor mais apurado e suave.


Tarte de ananás com creme pasteleiro

 
Forre uma tarteira com uma base de massa folhada. Reserve.
Num tacho coloque 1 litro de leite com 1 casca de limão e leve ao lume até levantar fervura. À parte bata 150gr de açúcar com 3 ovos e 1 gema, misture 100gr de farinha e bata bem. Quando verificar que o leite ferveu junte a mistura e leve ao lume, mexendo sempre, até engrossar. Quando estiver pronto retire a casca de limão e verta na tarteira, colocando por cima algumas rodelas de ananás. Leve ao forno a 180ºC até cozer e dourar. Use um palito para verificar se está pronto.
Retire e deixe arrefecer. Sirva frio.

Bolinhos de abóbora e coco


Coza 300gr de abóbora e reduza a puré.
Faça uma calda com 200gr de açúcar e 100ml de água até obter ponto de pérola. Crescente a abóbora  e 65gr de coco ralado, bata muito bem para misturar. Acrescente 4 ovos batidos sem parar de mexer e junte 65gr de farinha com fermento.
Coloque a massa em forminhas de silicone e leve ao forno a 180ºc até cozer. Espete um palito para verificar a cozedura. Coloque em forminhas de papel frisado e deixe arrefecer. Sirva de seguida.

Mousse de chocolate com bolacha e natas


Bata 5 claras em castelo e reserve.
Derreta 1 pacote de natas com 200gr de chocolate de culinária. Eu usei o microondas para esta tarefa. Adoce a mistura com 3 c. sopa de açúcar, mexa e deixe arrefecer um pouco. Envolva as claras em castelo.

Num recipiente em vidro coloque uma camada de mousse, uma camada de bolacha Maria e cubra com a restante mousse. Acrescente nova camada de bolacha Maria e cubra com 1 pacote de natas batidas em chantilly e adoçadas com 4 c. sopa de açúcar em pó. Polvilhe chocolate granulado e leve ao frio até servir.

Trufas com chocolate branco e negro com coco

 
200gr de chocolate branco
100gr de creme fraiche (usei President)
80gr de coco ralado

Ferva o creme fraiche até derreter e levantar fervura.
Noutro recipiente derreta o chocolate e junte ao creme anterior. Mexa muito bem e leve ao frio até  endurecer.
Molde bolinhas e passe no coco ralado. Coloque em forminhas de papel frisado e sirva.

Nota: Fiz esta receita em duplicado mas utilizaei também o chocolate negro. Fica uma delicia. Recomendo.

 
Fonte: Os sabores da Beth

Tronco de Natal

Este é o tronco e Natal que fiz para a consoada. A receita fiz assim;


Massa:
Bater 6 gemas com 100gr de açúcar. Juntar 60 ml de leite e 200gr de farinha com fermento, bater mais um pouco para misturar bem. Envolver 6 claras em castelo e verter a massa num tabuleiro forrado com papel vegetal. Levar ao forno a 180º cerca de 15 minutos. Não convém cozer muito a massa porque senão ao enrolar ela parte.

Recheio:
Fazer um creme pasteleiro para usar como recheio, eu utilizei um que fiz na bimby mas poderá também fazê-lo da maneira tradicional. Ou então pode também utilizar outro recheio ao seu gosto.


Cobertura:
Misturei 100gr de chocolate culinária com 1/2 lata de leite condensado que levei ao microondas até derreter, mexendo muito bem para misturar.


Montagem:
Depois da torta pronta, colocá-la imediatamente sobre um pano polvilhado de açúcar. Enrolar de imediato para que a massa ganhe a forma pretendida. Rechear com o creme escolhido e voltar a enrolar.
Barrar com o creme da cobertura e passar os dentes de um garfo para fazer os efeitos dos troncos. Polvilhar com açúcar em pó e decorar a gosto.

FELIZ NATAL!!!

A minha prendinha

Há uns dias inscrevi-me para participar numa troca de Natal que a Vânia do blog Cinco Sentidos na Cozinha, organizou.
Hoje recebia-a e a minha amiga secreta foi a Andreia do blog Aventuras Culinárias. Apesar de já lhe ter agradecido com uma mensagem no seu blog, queria aqui deixar o meu agradecimento também publicamente.
Obrigada Andreia... desejo-te um Santo e Feliz Natal.

A foto:

Mix para panquecas

Mais uma óptima sugestão para colocar nos cabazes de Natal. A receita é da Nigela mas tirei-a do blog comidinhas da miss


Ingredientes para a mistura:
600gr de farinha de trigo
3 colheres de sopa de fermento em pó
2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal
40gr de açúcar baunilhado

Preparação:
Juntar todos os ingredientes e guardar num recipiente bem fechado.

Para preparar as panquecas basta juntar (rende cerca de 15 panquecas pequenas):
150gr de Mix de panquecas
1 ovo
250ml de leite
1 colher de sopa de manteiga derretida



Nota em 22/1/2012: Depois de testar esta receita decidi que a melhor forma de as confeccionar é assim... ver aqui

Caixinhas para lembranças

Hoje trago mais uma sugestão para oferta. Andei a pesquisar na Net e encontrei alguns moldes para fazer caixinhas que são um mimo.
Aqui fica a sugestão, o site é este LOOKIN




O tamanho da caixa terá de ser adaptado por si à folha de impressão. Podem ser usadas para colocar bombons, bijutaria ou o que quiser. Não são lindas?

Bombons recheados

 

Derreta chocolate preto + Sucedâneo de chocolate (meio por meio) no microondas ou na chocolateira. Pincele algumas forminhas de forma a formar uma capa firme.


Leve ao frio por 5 minutos para endurecer. Recheie com doce de leite e/ou creme de coco. Volte a pincelar chocolate para tapar o recheio e leve novamente ao frio para endurecer.


Desenforme e sirva ou guarde em recipientes.



Creme de coco:
Misture 5 c. sopa de coco com 5 c. sopa de leite condensado, leve ao microondas até ferver. Retire e misture mais 2 c. sopa de leite condensado até formar um creme a seu gosto. Recheie os bombons.

Doce de leite:
Basta comprar 1 lata de leite condensado cozido e aplicar :)

Photobucket

Geleia de vinho do Porto

A receita de hoje é mais uma sugestão. Quando asso maçãs gosto muito de utilizá-la mas a sua aplicação é multi-variada. Poderá utiliza-la para regar gelados, bolos, fruta, etc. A imaginação, gosto e necessidade é que ditam muitas vezes a aplicação de certas receitas.

Pois bem, para esta receita vão necessitar simplesmente de:
1 chávena de açúcar amarelo e cerca de 150ml de vinho do Porto.
Depois e só levar ao microondas e quando verificar que levantou fervura tem de ferver mais 2 ou 3 minutos. Deixe arrefecer e aplique no que mais gostar. A consistência é muito parecida com o mel.

Espero que vos seja útil, lembrei-me de pôr a receita aqui pois no Natal costuma haver receitas que certamente combinam na perfeição com esta geleia :)

Bjokas

Calda depois de ferver 2 minutos;

Calda já fria;

Bolo com aroma de leite creme no microondas


1 chávena de açúcar
2 chávenas de farinha com fermento
1 saqueta do pó de leite creme
3/4 chávena de leite
menos de metade da chávena óleo
4 gemas
4 claras batidas em castelo

Bater as claras em castelo e reservar.
Misturar as gemas com o açúcar e bater até ficar cremoso. Juntar o leite e o óleo e mexer bem. Acrescentar a farinha e o pó da saqueta de leite creme mexendo bem. Envolver as claras em castelo e verter numa forma de silicone untada com óleo.
Levar ao microondas por 8 minutos e desenformar.


Esta fatia foi servida com compota de abóbora e maçã.

Cabazes de Natal para oferta

Hoje não trago uma receita mas sim uma sugestão para presentear familiares e amigos.
Sou apologista que as coisas feitas com as nossas próprias mãos têm um significado muito especial. Então se o fizermos com dedicação e muito carinho, o resultado será recebermos um grande sorriso das pessoas a quem se destinam. Haverá coisa melhor?
Pensando eu dessa forma, este ano resolvi dar presentes feitos por mim e devo dizer que em cada um deles está um pedacinho de mim... espero que gostem da sugestão.


Cada cabaz contem:
1 compota ou doce de fruta
1 Pratinho com broinhas de batata doce
1 garrafinha de licor
1 frasquinho de sal aromatizado
1 colherzinha de pau com bombons
Biscoitos de manteiga


Broinhas de batata doce (castelares)

Esta receita já se encontra aqui no blogue.
Este ano resolvi presentear alguns amigos com estas broinhas. Ficam fantásticas e a minha mesa de Natal já não passa sem elas LOL


A massa:

Moldadas e prontas para ir ao forno:

Prontinhas a degustar:

Já embaladas para oferecer:


Azeite aromatizado com citrinos

 
Para 1 garrafa de 250ml:

Azeite
Casca de 1/2 Limão
Casca de 1/2 Laranja
Casca de 1/2 Lima
Pimenta em grão

Coloca-se as cascas de citrinos e a pimenta em garrafas esterilizadas e enche-se com azeite de boa qualidade.
Poderá aromatizar azeite com qualquer tipo de especiarias e também com fruta. O gosto e originalidade depende de cada um.

Licor de maçã e canela

 
2 chávenas de maçãs (a qualidade da maçã fica ao seu critério)
1 chávena de açúcar
2 paus de canela
1 chávena de aguardente (eu coloquei mais um pouco)

Num recipiente de vidro deitar a maçã com casca e cortada em pedaços. Juntar o açúcar, os paus de canela e a aguardente.
Agitar nos 8 dias seguintes para dissolver o açúcar.
Filtrar o licor para uma garrafa e guardar uns meses antes de consumir.

Nota: Claro que poderá servir o licor imediatamente mas vai achá-lo demasiado forte, sendo o motivo o sabor forte da aguardente. Se deixá-lo em repouso uns meses (por vezes até deixo 1 ano) ficará bem mais suave e aromático.

Fonte: Petiscos

Licor de Ameixa



5 ou 6 Ameixas vermelhas
Aguardente
Açúcar (o equivalente em aguardente)
Água (metade da quantidade)

Colocar as ameixas num recipiente em vidro e cobrir com a aguardente. Deixar em repouso por 8 dias.
Findo esse tempo medir a aguardente, arranjar o equivalente em açúcar e metade da quantidade em água.
Juntar a água com açúcar e levar ao lume a ferver por 3 minutos. Deixar arrefecer e juntar à aguardente.
Guardar esta mistura cerca de 1 mês, filtrar e engarrafar.



Nota: Os licores devem ser consumidos, sempre, passado 1 mês de terem sido feitos.
Contudo, quanto mais tempo eles estiverem em repouso mais suaves e saborosos ficam.
Este principio aplica-se a qualquer tipo de licor.

Cenouras em conserva de vinagre aromatizado

Esta é uma receita que já faço há bastante tempo, só que substitui alguns ingredientes.


8 cenouras
sal
5 dentes de alho
pimenta
1 colher de chá de pimentão em pó
1 colher de chá de cardamomo
Alguns galhinhos de tomilho fresco
3dl de vinagre

Descasque as cenouras e lave-as. Coza-as inteiras em água temperada com sal durante 15 minutos.
Depois de cozidas escorra-as e deixe-as arrefecer. Corte-as às rodelas grossas para dentro de uma tigela, junte-lhe os alhos picados, o colorau e o cardamomo, assim como umas pontas de tomilho picado e envolva bem.
Coloque dentro de um frasco de vidro (ou um frasco que feche hermeticamente) e junte o vinagre, agitando um pouco. Tape e reserve num local fresco e sem luz, durante 3 ou 4 dias. Sirva como entrada, decoradas com salsa fresca.

Azeite aromatizado

 As quantidades desta receita são a olho, tudo depende do gosto de cada um, neste caso usei mais quantidade de orégãos do que de tomilho mas fica ao seu critério adaptar as quantidades.


Por garrafa (250ml):
Azeite q.b.
Orégãos frescos q.b.
Tomilho frescos q.b.
3 dentes de alho
1 c. chá de sementes de pimenta branca

Colocar as ervas aromáticas dentro da garrafa, acrescente os dentes de alho esmagados e as sementes de pimenta, encha com o azeite e  deixe em repouso cerca de 1 mês antes de consumir.


Licor de especiarias


Mais um licor que fiz a pensar nas ofertas de Natal.

Aqui fica a receita:

1 litro de aguardente
2 estrelas de anis
2 paus de canela
2 cravinhos
1 c. chá de cardamomo
1 c. chá de erva doce

Calda:
1 kilo de açúcar
1/2 litro de água

Misturar a aguardente com as especiarias e deixar a macerar por 8 dias.
Findo esse tempo, levar ao lume durante cerca de 3 minutos a água e o açúcar, deixar arrefecer um pouco e misturar na aguardente. Filtrar e engarrafar.
Este licor deverá ficar em repouso cerca de 1 mês, podendo ser consumido depois desse tempo. Claro que quanto mais tempo deixar o licor em repouso, ficará muito mais apurado e consequentemente mais saboroso.