Sanduíche cremoso recheado com salsichas e chourição

Quando tenho pouco tempo, opto por este tipo de refeição, além de rápida faz sempre as delicias dos mais novos e gulosos também rsrrs
Desta vez utilizei molho de tomate na cobertura e adorámos. Experimentem :-)


18 fatias de pão de forma
1/2 litro de leite
5 ovos
sal e pimenta
Ervas de provence
Molho de tomate (utilizei um dos frascos da foto)
Queijo ralado
6 salsichas partidas no sentido do comprimento
6 fatias de chourição

  • Bater os ovos e temperar com sal, pimenta e as ervas de provence. Misturar o leite e reservar.
  • Demolhar as fatias de pão na mistura de leite e dispor em camadas recheadas com as salsichas e o chourição.
  • Por cima das camadas de pão, verter o molho de tomate e polvilhar com o queijo ralado. Levar ao forno até gratinar.




CheeseCake Japonês

No blog da são33 vi esta receita de cheesecake e não resisti em trazer a receita para testar. Foi super aprovada, todos cá em casa adoraram. Eu modifiquei as quantidades da receita e deu resultado, aqui fica. Recomendo. :-)


400 grs queijo creme
5 ovos
100 gr açúcar
100ml leite
60gr de farinha
40gr de farinha custarda
1 c. sobremesa de fermento em pó
sumo e raspa de 1 limão

Misturar o queijo-creme com as gemas e mexer muito bem até formar um creme liso. Misturar o leite e a raspa de limão e voltar a misturar tudo.
Adicionar as farinhas e o fermento misturando muito bem.

Bater as claras em castelo, juntar o açúcar até obter um merengue firme  e envolver na mistura anterior.
Forrar uma forma de mola com papel vegetal e verter a mistura dentro. 
Levar a cozer em banho-maria cerca de 30 minutos. Retirar e deixar arrefecer.
Quando estiver frio, espalhar por cima um doce a seu gosto. 
Eu neste caso utilizei doce de morango mas poderá usar outra à sua escolha.

Muito Importante:
Se for utilizada uma forma de mola, terá de obrigatoriamente forrar a forma com papel vegetal ou de alumínio pois o cheesecake terá de ser cozido em banho-maria e neste caso a água irá entrar dentro da mesma.



MFP - Bolo de chocolate e Banana (sem ovos)

Aqui fica uma sugestão de um bolo de chocolate e banana mas sem ovos. Fica um bolo muito bom e fofinho, o meu filho só dizia que estava muito bom lol.
Aqui fica a receita feita com os ingredientes que tinha disponibilizados na minha dispensa!!


1 chávena de leite
1/4 de chávena de óleo
2 bananas em pedacinhos
1 iogurte natural
1 chávena de açúcar
2 chávenas de farinha
1/2 chávena de achocolatado (para o leite das crianças)
1 c. sopa de fermento em pó

Colocar todos os ingredientes, pela ordem acima descrita, na máquina de fazer pão. Programar "bolos" 10 na Bifinett. Quando terminar deixar arrefecer um pouco e desenformar.
Fica um bolo bem fofinho e com um sabor que agrada a todas as crianças. Recomendo!



Bacalhau assado com grão e brócolos cozidos


2 postas altas de bacalhau
2 ovos
1 Frasco de grão já cozido
Azeite, sal (se necessário) e pimenta
Pimentão em pó
2 dentes de alho picados
1 Bouquet de brócolos

Coza os ovos e os brócolos em água e sal. Reserve.
Colocar o bacalhau num tabuleiro e temperar com sal (se necessário), a pimenta, o pimentão em pó e os alhos picados. Regar com bastante azeite e levar a assar.
Servir as postas de bacalhau com o grão, os brócolos e os ovos cortados às rodelas.

Bifanas de porco à zé do Pipo

Esta receita foi super aprovada lá em casa. Recomendo :-)
A receita tirei do blog Rapa Tachos


4 bifanas pequenas
4 fatias de fiambre
6 fatias de queijo
1 cebola
5 c.(sopa) de maionese
3 c.(sopa) de azeite
sal e pimenta q.b.
Sumo de 1 limão
 
Temperam-se as bifanas com sal, pimenta e o sumo de limão.
Leve ao lume uma frigideira, deixe aquecer, junte as bifanas e deixe cozinhar rapidamente de ambos os lados apenas para ganharem cor.
Retiram-se e colocam-se num pirex.
Descasca-se a cebola, corta-se em meias luas finas, deita-se na mesma frigideira, junta-se o azeite, leva-se ao lume e deixa-se cozinhar até ficar macio.
Tempera-se de sal e pimenta e retira-se do lume.
Barra-se as bifanas com metade da maionese, cobre-se com fiambre e coloca-se por cima a cebola.
Espalha-se o resto da maionese e cobre-se com as fatias de queijo.
Vai ao forno pré aquecido 180ºC durante 15 minutos.
Acompanhe com batata frita.

Biscoitos com pepitas de chocolate e amêndoa


100gr de manteiga
160gr de Açúcar
2 Ovos
260gr Farinha de trigo
1 c. sobremesa de fermento em pó
80gr de Amêndoa picada
160gr de chocolate preto

Juntar a manteiga com o açúcar e bater muito bem. Juntar os ovos, continuando a bater.
Peneirar a farinha com o fermento e envolver.
Misturar o chocolate e a amêndoa picados. Formar uma bola e levar ao frigorífico por 30 minutos.
Retirar pequenos pedaços de massa formando bolas do tamanho de uma noz.
Forrar o tabuleiro de forno com papel vegetal e colocar as bolinhas de massa. Levar ao forno a 190ºC por 10 minutos.
Retirar e deixar arrefecer. Servir de seguida ou guardar numa caixinha.


Fonte: A culpa é das bolachas

Doce de banana e bolinhos de coco

Para aproveitar umas bananas que estavam a ficar um pouco passadas fiz este doce.
Gostei imenso e já estou a pensar utiliza-lo em panquecas, gelados, etc.


Fiz assim:
Descasquei 500gr de bananas (cerca de 5 unidades) e cortei em pedaços. Juntei 300gr de açúcar e o sumo de 1 limão. Com a varinha reduzi tudo a puré e levei ao lume até engrossar e ficar com uma consistência mais cremosa.
Coloquei nas tacinhas e deixei arrefecer. Depois é só guardar no frigorífico até à hora de servir.
Para experimentar utilizei este doce nuns bolinhos de coco acabadinhos de fazer... a receita já se encontra no blog e recomendo pois são óptimos :-)





Geleia de tomate



1 kg de tomate aos quartos com pele
500 g de açúcar
1 pau de canela
150ml de pectina

Colocar numa panela os tomates juntamente com 150ml de água. Levar ao lume a cozer cerca de 30 minutos. Retirar do fogo e coar num coador fino espremendo muito bem.
Ao liquido obtido (rendeu cerca de 1 litro) juntar o açúcar, pau de canela e a pectina.
Levar ao lume até atingir o ponto de geleia.
Retirar o pau de canela e deixar arrefecer. Guarde em frascos esterilizados, feche-os imediatamente e deixe-os arrefecer com a tampa virada para baixo.

Receita adaptada daqui

Molho de tomate caseiro

Quando os tomates são muitos a melhor forma de os utilizar é fazer molho de tomate caseiro e conserva-los em frascos para o ano inteiro. Foi o que fiz e modéstia à parte o molho ficou uma delicia :-)


A receita fiz assim:

Cerca de 4 kilos de Tomates bem maduros (pode retirar a pele e sementes se assim o entender)
3 cebolas grandes
5 dentes de alho
2 folhas de louro
1 c. sopa de ervas de provence
10 grãos de pimenta branca
Sal e azeite

  • Numa panela grande deitar o azeite, as cebolas e os alhos picados e refogar durante alguns minutos. Acrescentar a pimenta, as ervas de provence e os tomates em pedaços. Deixar refogar durante algum tempo com o fogo no máximo e depois reduzir para o mínimo.
  • O tomate vai largar alguma água e a panela deve ser mantida em fogo lento, durante cerca de 2 horas, até este ser reduzido uma grande parte. Findo este tempo, retiram-se as folhas de louro e reduz-se a mistura a puré com a varinha.
  • Entretanto estilizam-se alguns frascos, fervendo-os em água. Enquanto estes estão quentes deve colocar o molho de tomate dentro e com cuidado para não se queimar, feche imediatamente com as tampas, rolhando-as muito bem. Colocam-se os frascos de novo na água quente, somente com água até meio e deixam-se ferver cerca de 10 minutos, tapados. 
  • Desliga-se o fogo e deixam-se arrefecer dentro de água. Desta forma o molho de tomate fica fechado em vácuo, durando muitos meses. Alguns até poderão durar de um ano para o outro se não os consumir.
  • A utilização deste molho é muito diversificada, desde peixe, carne, legumes, massas, etc. O seu gosto e imaginação é que vão determinar a sua utilização. Bom apetite!!!


Semifrio de coco e morango

No passado dia 10, o meu sogro completou 72 anos e para comemorar o evento elaborei a receita deste semifrio que retirei do blog da Belinha. O recheio fiz de forma diferente, se quiserem ver a receita original (cliquem aqui).
Foi super aprovado por todos e recomendo pois é delicioso :-)


A receita:

Bolo:
6 ovos
2 latas de leite condensado
200gr de coco ralado
1 c. chá de fermento em pó

Recheio:
1 carteira de gelatina de morango
4 dl de natas

Cobertura:

2 dl de natas
100gr de chocolate preto
3 c. sopa de doce de morango

Preparação (bolo):
Misturar todos os ingredientes.
Levar ao forno numa forma previamente untada e polvilhada.

Preparação (recheio):
Bater as natas bem firmes e juntar o pó de gelatina, bater até obter uma consistência firme.

Preparação (cobertura):
Levar as natas ao lume e deixar levantar fervura.
Retirar do fogo e juntar o chocolate em pedacinhos até derreter.
Misturar muito bem até obter uma mistura homogénea.

Montagem:
Colocar a base do bolo num aro, dentro do prato de serviço.
Verter o creme de natas e gelatina por cima e alisar muito bem.
Por cima do creme espalhar o doce de morango.
Por fim, verter o chocolate derretido em cima do doce de morango e alisar muito bem.
Levar ao frigorífico até todos os ingredientes ficarem firmes.
Retirar o aro e decorar com chocolate granulado.



Torta Paraguaia

Andava eu a pesquisar uma receita para o jantar, quando me deparei com esta no Rainhas do Lar... achei-a tão curiosa que não resisti em fazê-la.
Fiquei surpreendida pelo positivo, esta torta é muito boa ou então sou eu que adoro provar coisas diferentes. Tenham coragem e façam, eu adorei!!!


1 cebola grande picada
5 ovos
300gr de mozarella ralada
3 latas de milho triturado no liquidificador ou bimby (eu usei milho congelado que cozi em água e sal)
Sal, pimenta e azeite

Em primeiro, se optou pelo milho congelado, terá de cozê-lo em água e sal. Escorra parte da água, deixando um pouco e triture. Reserve.
Numa frigideira, frite a cebola picada, junte os ovos batidos e envolva como para ovos mexidos, tempere com sal e pimenta. Não deixe fritar muito, quando verificar que os ovos estão cremosos, acrescente o queijo mozarella e o milho triturado, mexendo só o suficiente para envolver os ingredientes e derreter um pouco o queijo.
Unte um tabuleiro com azeite e verta a mistura dentro. Leve ao forno a 180ºC até que a superfície fique dourada. Sirva quente com uma salada à escolha. Bom apetite :-P


Dica: Se gostar de tomate seco, acho que ele deve ficar uma delicia misturado pelo meio, que acham? para a próxima vou fazer assim :-)

Pedras no caminho....

Porque há dias assim....


 

 Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
Mas não esqueço de que minha vida
É a maior empresa do mundo…
E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
Apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
Se tornar um autor da própria história…
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
Um oásis no recôndito da sua alma…
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “Não”!!!
É ter segurança para receber uma crítica,
Mesmo que injusta…


Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…

Fernando Pessoa

Gelatina arco-íris

De vez em quando faço uma sobremesa com pó de gelatina, fruta variada e leite que fica uma delicia. Só que na receita original eu misturo tudo num recipiente em vidro, colocando as frutas em pedacinhos.
Desta vez resolvi fazer sem as frutas e em forma de arco-íris. É muito simples mas demora um pouco a ficar pronta. No final vale bem a pena :-)


2 saquetas de gelatina (1 litro) de morango
2 saquetas de gelatina (1 litro) de ananás
Leite
Água


Para 1 saqueta de gelatina de morango usei 200ml de leite quente onde dissolvi o pó da gelatina, acrescentei 200ml de leite bem frio e deitei num recipiente transparente. Levei ao congelador para solidificar mais rápido, quando verifiquei que a gelatina estava a tomar uma consistência sólida retirei-a do congelador para que não formasse gelo e coloquei na parte de baixo do frigorifico.
Entretanto faz-se a outra gelatina de morango para que arrefeça mas desta vez usei água em vez de leite.
Misturei 200ml de água bem quente na outra saqueta de gelatina até dissolver bem, acrescentei 200ml de água bem gelada e misturei.
Com cuidado coloquei por cima da primeira gelatina.
Esta operação é feita, tantas vezes quantos os sabores de gelatina que usar. No final fica um arco-íris lindo e bem apetitoso.
Se quiser, pode acrescentar fruta fresca partida bem fininha mas demorará mais tempo a ficar solido.
Bom apetite.